Tendências da Dermatologia 2019

0

O mundo da dermatologia está em constante evolução, e inovações estão sempre entrando no mercado. A seguir, em comemoração ao Dia da Dermatologista (5 de fevereiro), selecionamos algumas das tendências da dermatologia para 2019!

  1. Silicone tópico

Uma grande tendência atual na área de estética é a inovação na forma de silicone tópico para acelerar a cicatrização de cortes, no lugar de produtos feitos de petrolato. Pesquisas indicam que o uso do gel de silicone acelerou o processo de cicatrização e apresenta qualidade de cura maior se comparada a produtos antes usados.

  1. Tratamento para dermatite

Um novo tratamento reúne células vivas modificadas e extrai agentes, que produzem um medicamento, na forma de injeção subcutânea contra a dermatite atópica. O medicamento – nomeado dupilumabe – é projetado para inibir o poder inflamatório, assim impedindo a coceira característica da dermatite.

  1. Inovação contra alopecia

A injeção de plasma rico em plaquetas, resultando em bioestimulação, é uma nova tecnologia promissora para o tratamento da doença, pois reativa as células mortas e estimula o crescimento de cabelo na área onde o material é injetado.

  1. Foco nos olhos

É na região dos olhos que aparecem os primeiros sinais de envelhecimento, graças a danos diários aos quais expomos a parte mais delicada do rosto, como maus hábitos de sono e luminosidade inadequada. Por isso, produtos específicos para a pele ao redor dos olhos são uma forte tendência atual. A procura por cremes do tipo está em alta, e é feita também por pessoas mais jovens, que investem na prevenção.

  1. Combate aos efeitos da poluição

Agentes externos impactam diretamente na saúde da nossa pele, e por isso produtos antipoluição prometem chegar em peso no mercado de grandes cidades. A poluição e mudanças extremas de clima são fatores comuns que causam irritação da pele, e afetam seu aspecto.

  1. Produtos naturais e veganos

Formulas naturais ou orgânicas são tendência há alguns anos, e continuam crescendo atualmente. Como exemplo, produtos com base em extratos e óleos de sementes, ervas e flores. Cada vez mais, também, marcas aderem métodos de teste alternativos, adotando assim o selo “cruelty free”, por não utilizarem animais como parte do processo de produção e teste.

  1. Tecnologia

Instrumentos que tem como propósito a manutenção da pele – como escovas elétricas ou máscaras com diferentes funções de limpeza – são aliados de pessoas que estão dispostas a investir no cuidado dermatológico (posterior à consulta médica, sempre). Suplementos de colágeno, vitaminas e ácidos também estão em alta.

  1. Probióticos

Produtos de cuidado com a pele com probióticos estão em ascenção. Acredita-se que cremes, serums e máscaras infundidos com microorganismos vivos estimulem a pele, assim produzindo um efeito antibiótico. Tais produtos podem tratar uma variedade de desordens, como acne, pele oleaosa, eczema, rosácea, e danos causados pelo sol.

  1. Tratamento a laser

Pacientes que procuram tratamento para varizes agora dispõem de lasers avançados que fornecem um tratamento suave, mas eficaz, para a doença, com efeitos colaterais mínimos. Outras necessidades médicas e estéticas podem ser solucionadas com o uso do laser, como o rejuvenescimento vaginal, processo que cresce em aderência nos Estados Unidos.

  1. Tratamentos combinados

Outra tendência da dermatologia atual é o uso da combinação de tratamentos cosméticos e médicos combinados para resultados mais bem-sucedidos. Serviços menos invasivos, mas com os mesmos resultados são populares entre pacientes que preferem evitar cirurgias.