O impacto do lixo hospitalar no meio ambiente

0

Resíduos hospitalares precisam de cuidados especiais, uma vez que são nocivos, tanto para as pessoas, quanto para o meio ambiente, devido ao alto nível de proliferação de doenças e contaminação. Para evitar danos à natureza, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa, estabeleceu regras sobre o tratamento e acondicionamento do lixo hospitalar, dividindo os materiais de saúde em grupos distintos: potencialmente infectantes (Grupo A), químicos (Grupo B), rejeitos radioativos (Grupo C), resíduos comuns (Grupo D) e perfurocortantes (Grupo E).

foto: Brascon

O perigo mais significativo para o ecossistema, está presente em materiais que são potencialmente infectantes e perfurocortantes (Grupos A e E). Agentes biológicos, como sangue, secreções e excreções humanas, além de partes de órgãos, tecidos e resíduos laboratoriais, fazem parte do grupo de risco. Uma vez que eles chegam ao solo ou entram em contato com água, ocorrem sérias contaminações e danos à vegetação. Já os materiais perfurantes, quando despejados de forma incorreta em aterros sanitários sem nenhum tipo de seleção prévia e de armazenamento, são perigosos para os catadores de lixo.

Por causa disso, o lixo infectante deve ser separado do lixo comum. No entanto, essa separação ainda não acontece em todos lugares, como nos hospitais, por exemplo. Em muitos desses lugares, a prática comum é a incineração do lixo infectante, que gera cinzas com dioxinas e metais pesados, aumentando a poluição do ar e produzindo emissões mais tóxicas do que os próprios produtos queimados.

Neste sentido, é indispensável a gestão correta do tratamento e descarte dos materiais utilizados pelo serviço de saúde, tanto para seres humanos, quanto para os animais.

impacto do lixo hospitalar no meio ambiente
reprodução: Brascon (http://brascongestaoambiental.com.br/)

Com equipes de coleta e transportes capacitados, a Brascon Gestão Ambiental se consolida no mercado de tratamento de resíduos hospitalares com atendimento personalizado, qualidade na prestação do serviço, precisão nos controles e segurança no transporte e destinação, visando respeito às pessoas e a preservação do meio ambiente.