Pílula com chip rastreável é aprovada nos EUA

0
FOTO: Proteus Digital Health

O Governo dos Estados Unidos autorizou a comercialização do primeira pílula eletrônica que contém um chip rastreável capaz de indicar se o paciente tomou a medicação e o horário de sua ingestão. O a nova versão do aripiprazol, vendido com o nome de Abilify desde 2002, estará nas prateleiras como Abilify MyCite e foi autorizado para tratamentos contra esquizofrenia, manias agudas e transtorno bipolar.

Um sensor inserido na pílula emite um sinal que permite determinar a hora e a data em que ela foi ingerida, informou a Administração de Medicamentos e Alimentos (FDA) em um comunicado. Uma vez ingerida a pílula, seu sensor, composto de cobre e silício, emite um sinal elétrico ao entrar em contato com os líquidos do estômago. Após alguns minutos, esse impulso elétrico é captado por um patch colocado no tórax. O patch, que deve ser substituído toda semana, transmite, então, a informação para um aplicativo que permite aos pacientes comprovarem a ingestão do medicamento em seu celular.

Os pacientes também podem permitir o acesso de seus médicos ao sistema através de um site. O Abilify MyCite é comercializado pelo grupo farmacêutico japonês Otsuka Pharmaceutical Co., enquanto que o sensor e o patch são fabricados pela americana Proteus Digital Health.

Com informações da AFP

COMPARTILHAR