Hospital Albert Einstein investirá R$ 2,4 bilhões nos próximos anos

0
No ano passado, a receita líquida do Hospital Albert Einstein foi de R$ 2,5 bilhões - Foto: Blog Imprensa Livre RS

Em cinco anos, investir cerca de R$ 2,4 bilhões. Esta é a meta do Hospital Albert Einstein, de acordo com o novo presidente da organização, Sidney Klajner. O empresário assumiu o cargo no último mês de janeiro e confirmou a expectativa financeira da instituição.

Do total, R$ 600 milhões serão destinado à nova unidade da faculdade de medicina. A expansão do atual prédio hospitalar demandará R$ 430 milhões. “Nosso desafio num planejamento de cinco anos é manter a sustentabilidade do setor diante dos elevados custos na saúde”, disse ao jornal Valor Econômico. Klajner citou projetos de redução de custos, como a unidade de média e baixa complexidades, inaugurada em abril, que remunera as operadoras de planos de saúde de acordo com a doença.

Já no mercado educacional, o Albert Einstein planeja abrir outras graduações na área de saúde. Atualmente, o curso de medicina lançado em 2015 tem enorme demanda (a concorrência é de cerca 150 candidatos por vaga). Os novos cursos devem ser biomedicia e fisioterapia. As obras do novo campus começa já no fim deste ano, com a previsão de serem concluídas em três anos. A unidade ficará ao lado do hospital, no Morumbi, em São Paulo.

A empresa também investirá cerca de R$ 70 milhões na construção de uma central de processamento de exames médicos, na Rodovia Raposo Tavares. Hoje, a central fica dentro do hospital. No ano passado, a receita líquida do Hospital Albert Einstein foi de R$ 2,5 bilhões, uma alta de 11,2% em comparação a 2015. A organização integra o grupo de hospitais filantrópicos de excelência, no país, que têm isenções de impostos em troca de projetos médicos determinados pelo Ministério da Saúde.

COMPARTILHAR